CONTRADITÓRIO

Uns sem os outros
Gotículas isoladas
De um imenso oceano
Mas sós todos estamos
A vida é simplesmente
em não o estar, tentar.
Quem para isso goste
de outro se camuflar
de a tudo e todos se adaptar
insignificante personalidade,
Que ao sabor das modas,
do mundo insiste moldar.
Um eterno interregno
Estado em que não consegue sair
ao mesmo tempo aflige ficar
Um gigantesco ressacar
Comodamente, com a luz apagada
Mantendo a genuinidade
Conscientemente dormente
Não vá o universo julgar
Que somos heroicamente diferente
Um Mártir, do disfarce coado
Pelo vazio Homem que odeia idolatrado
                                JPVG

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s