Eternos Namorados

Entre fogo e tempestade,
Loucura e a sanidade
Dias, a dois sozinhos,
Outros em sintonia

Há horas que não se gostam,
Mornas, na habitual afinidade,
Mas insaciáveis apaixonados,
Numa afortunada existência,
Um pelo outro embriagados

Um equilíbrio dia a dia,
Entre rotina e novidade,
Até a morte os separar
Amor e cumplicidade.

Para a vida entrelaçados
Os eternos namorados

 

JPGV

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s