Poesia

Poesia,
Desabafo do ser,
Expondo vidas,
Sonhos e medos,
Sem preconceitos,
Sem segredos,
Revelando a alma
De quem escreve,
Reflectida no que,
Ou quem descreve,
Um perpétuo limbo,
Entre a loucura e sanidade,
Uma intensa realidade,
Por vezes sentida,
Ou magistralmente fingida,
Um espasmo silencioso,
Um pintar com vocábulos,
Simplesmente delicioso.

 JPVG

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s