Coisas Simples

Coisas simples!
Das mais difíceis de (d)escrever,
São profundas, sem o ser,
À primeira vista banais,
Mas sem precedentes,
Sem iguais,
Nada tem de superficiais,
Difícil de se aperceber,
Quando a azafama nos cega,
Mas complicado é sê-lo infeliz,
Se atentos a sua genuinidade,
Todo o mal-estar contradiz.

Coisas simples,
Coisas belas,
Sem ser exuberantes,
As melhores,
As mais gratificantes,
De transmitir as mais complicadas,
Quando pelo mundano de mãos atadas,
Cegos pela ganância, dinheiro, poder,
Que nem o próprio eu, conseguimos ver.

JPVG

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s